sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Manitu comemora 15 anos de carreira, lança o CD "Garota" e faz shows em escolas de BH

Mineiros celebram sucesso com shows em escolas da
capital - Foto: Victor Galuppo
Banda completa 15 anos de carreira e celebra lançando seu sétimo CD e realizando shows em escolas de BH na turnê "volta às aulas’" no mês dos estudantes.
Para celebrar 15 anos de carreira, a banda mineira Manitu debuta e comemora com estudantes de BH, em shows que serão realizados em agosto, mês do estudante, em 10 escolas da capital. Estadual Central, Colégio Santo Agostinho e Instituto de Educação estão entre as contempladas com a turnê.
Formada por Alexandre Maia (vocalista), Fabão (baixista), Daniel Couto (guitarrista) e Emerson Neiva (baterista), a alquimia do Manitu começa do reggae, mas se transforma em uma mistura diferenciada ao se fundir ao rock, pop, xote e reggaetom, o que acaba por criar sua sonoridade dançante e harmoniosa, uma fusão entre música e diversão vivenciadas pela plateia nos shows.
O reggae do Manitu nunca foi um reggae de protesto, mas um reggae cotidiano. Com harmonias simples, letras que captam as coisas simples da do dia a dia, a
Manitu naturalmente as músicas do Manitu se tornaram a trilha sonora da vida dos que as cantam.  Mulher, Amigos, Tudo pra dar errado, Estória dentre outras, sempre haverá alguém no show pra dizer: Essa música é a trilha sonora da minha vida!
#manituatrilhasonoradaminhavida
O mês de agosto será de comemorações para a garotada, pois, nele é celebrado o dia do estudante, e está sendo lançando o CD comemorativo dos 15 anos de carreira do Manitu.  Os shows começam no dia do estudante, 11/08 e vão até o dia 31/08, com shows nos intervalos das aulas nas escolas para a garotada.
Em seu 15º aniversário, Manitu pode comemorar muito: lança seu sétimo CD, mais de oitocentos shows na carreira, sempre convidada para os principais eventos do país e participações nos shows de amigos e ídolos, tais como Natiruts, Paralamas do Sucesso, Soja, Ziggy Marley e a épica participação com banda inglesa New Order no Pop Rock Brasil 2006.
Em sua nova fase, Manitu deixa o lado menina, para entrar num lado mais garota!
A banda lança o CD comemorativo “Garota”, com 22 faixas remasterizadas por César Santos, mineiro de referências internacionais. Garota é um CD coletânea que também traz canções inéditas. Dentre essas, “Tudo pra dar errado”  e “Chuva de Sonhos”,  ambas em parceria com o MC Papo, “Jeito Mineirin”, canção que se tornou tema na TV Globo Minas. A banda emplaca aqui a sua versão de “Garota Nacional”, integrante do Tributo “Dois Lados” em homenagem ao Skank e liberada gentilmente pelos seus autores e editora.
Garota
‘Garota’ é o novo disco do MANITU, banda de reggae mais conhecida e admirada das Minas Gerais, que comemora 15 anos de carreira com seu novo disco, mais madura, deixa seu lado “menina” para viver seu lado mais “Garota”.
Produzido por Daniel Couto e remasterizado por César Santos, o disco tem 4 faixas inéditas, além de vários sucessos, como os singles ‘Dez Segundos’,  ‘Quanto Tempo’ (gravado por Klauss e Vanessa do RS) e ‘Que Mar é Esse?’ (gravado pela banda mineira Terral). O Manitu usa como matéria prima para suas canções ensolaradas o cotidiano, com filtros de cores em que a alegria não tem vergonha de rimar com um sentimento de felicidade típico de quem vive  cada dia como único e inesquecível.
Intitulado ‘Garota’, o CD traz o hit ‘Garota Nacional’ (Samuel Rosa e Chico Amaral, 1996), releitura,  fruto de um convite ao Manitu para participar do tributo ao Skank “Dois Lados”, produzido por Pedro Ferreira.  ‘Garota Nacional’ é a faixa de trabalho do Manitu que homenageia os conterrâneos e amigos do Skank.
“Foi com prazer e ansiedade que recebemos o convite para participar do tributo ao Skank. Responsabilidade fazer uma versão de uma música que foi hino nacional. Nosso primeiro disco foi produzido no estúdio deles em 2003, são todos muitos próximos, principalmente o Henrique Portugal que já produziu umas quatro faixas nossas e deu muitos toques positivos sobre a nossa carreira, um amigo. O objetivo era descontruir a música. A tornamos um reggae-xote-pop com guitarras estranhas (rsrs). Usamos uma bateria-cajon e um Cuatro, Venezuelano para dar uma pitadinha diferente e mais acústica. Esperamos que todos curtam a versão ‘Garota Nacional’, com uma essa nova cara, Skank versão Manitu”, comenta Daniel Couto, guitarrista do Manitu.  
‘Chuva de Sonhos’, faixa 6, e ‘Tudo para dar errado’, faixa 11, ambas são inéditas e tem a participação do rapper Mc Papo.   
A última faixa do CD é conhecida dos mineiros de todos os recantos, pois se tornou parte da campanha institucional da TV Globo Minas, a música ‘Jeito Mineirin’, que pela primeira vez compõe um álbum da banda.

Clipe - Tudo Pra Dar Errado
 
Chuva de Sonhos - Manitu ft. MC Papo 
https://youtu.be/KmLjmhApp18                                                     
    
Clipe - Jeito Mineirin
 
 
Nos intervalos escolares agora tem show com Manitu
Para deixar aquela mesmice dos intervalos escolares de lado, Manitu vai colocar a garotada para cantar!
A banda escolheu fazer show nas escolas, para comemorarem,  juntos, com a garotada, seus 15 anos de estrada! Assim, Garotada, banda debutando e Garota nacional, tudo a ver! 
Agenda:
11/08 Pre-vestibular Soma (Centro)
Sexta-feira -  manhã

16/08 NS Piedade (Calafate)
quarta-feira -  manhã

17/08 Colégio Santo Agostinho (Santo Agostinho)
quinta-feira -  manhã

18/08 Cotemig  (Floresta)
sexta-feira - tarde

22/08 IEMG (Funcionários)
terça-feira - tarde

23/08 Magnum( Cidade Nova)
quarta-feira -  manhã

24/08 Estadual Central (Lourdes)
quinta-feira -  manhã

29/08 Maximus(Santa Inês)
terça-feira -  manhã

30/08 Colégio São Paulo (Cidade Jardim)
quarta-feira -  manhã
9:00 às 11:00

31/08 Colégio Pio XII (Santo Agostinho)
quinta-feira -  manhã
Sobre a banda
Manitu no nome, na essência, na alma e em cada um dos integrantes. De acordo com a linguagem indígena, Manitu significa força mágica inerente às pessoas, coisas e fenômenos... Não poderia haver escolha de melhor nome para a banda.
A banda Manitu foi formada no final de 2001 e realizou diversos shows nos principais eventos do país, conquistando um público enorme e fiel, que sempre lota os lugares onde se apresenta, cantando suas músicas do início ao fim do show.
Manitu  já foi escalada para tocar nos grandes festivais do país, como Coca-Cola Music 2007 e o festival Pop Rock Brasil 2006, 2007 e 2008. No evento mais famoso da cena mineira, foi  a banda mais votada pelo público e ainda foi convidado pelo vocalista Bernard Summer para participar no show do New Order, cantando a música "Bizarre Love Triangle".
O reggae  pop da Manitu é o resultado das influências dos amigos que chegam a 2013 com intenções claras quanto ao destino da carreira e com a certeza de que é este o caminho para a continuidade de um trabalho reconhecido pelas principais rádios de Belo Horizonte e todo interior de Minas Gerais, além do Rio de Janeiro (RJ), Fortaleza (CE), Recife (PE),Vitória (ES) , Brasília (DF) e do sul do país. 
Integrantes:
Fabão
Começou a tocar guitarra aos 12 anos de idade, mas logo se interessou pelo contrabaixo. Inicialmente autodidata, tocou em bandas de rock no final dos anos 80 e início dos 90. Estudou baixo elétrico na Pró-Music com Giovani Mendes. Em 2001 formou a banda MANITU, e permanece até os dias de hoje. Como free-lance(1995 a 2001): rock, samba, axé, forró, todos os estilos musicais.
Com o Manitu (2001 a 2012): mais de 800 shows pelo Brasil, onde se destacam os lançamentos dos CDs ("Passagem de Ida", no Lapa Multishow em 2003 / "Nosso Tema", no Chevrolet Hall em 2004 / "Tanta Idéia", no Bar do Marcinho, em Macacos, em 2005 / "Manitu", durante o Pop Rock Brasil 2006, no Mineirão / "De tempos em Tempos" no Music Hall, em 2009), e grandes eventos como Festa da Paz em Brasília (2007), Festival de Verão de Salvador (2009), Pop Rock Brasil 2006/2007/2008, Cabo Folia 2007, Triangulo Music 2008, entre muitos.
Emerson Neiva
Iniciou na música em 87, tocando bateria, montou sua primeira banda de rock pesado com amigos de escola. No início dos anos 90 estudou música na escola Pró-Music com músicos de peso da cena mineira, terminando os estudos na escola continuou fazendo aulas particulares com André(limao), o Americano Jimmi Duckovni, Nênê e outros... Durante a década de 90 passou por várias bandas de diferentes estilos até que em 2001 entrou para o Manitu a convite do vocalista Alexandre onde permanece até os dias de hoje.
Alexandre Maia
Músico cantor, guitarrista, gaitista e advogado. Por influência do pai começou a cantar aos 10 anos de idade nas festas de família e daí nunca mais parou. Em busca do conhecimento musical, aos 15 anos, fez aulas de violão. Participou da banda Terral como guitarrista e backing vocal antes de iniciar o projeto Manitu que segue até hoje. Com Manitu desenvolveu canções de sua própria autoria como Paz, Dez segundos, Ócio criativo, entre outras. 
Daniel Couto
Guitarrista, produtor musical e gestor de projetos. Formado em Economia pela UFMG, instituição na qual também fez o Curso e Extensão em Violão Clássico. Natural de Bom Despacho no interior de Minas, Daniel mistura as mais diversificadas influências musicais, que vão do caipira ao hard rock, para criar as guitarras da Manitu. Já estudou guitarra com Roger Franco, Gustavo Neri, Matheus Starling e John Cássio para poder adicionar novos ingredientes a esta mistura de energias que é o som da Manitu.  Hoje estuda Harmonia avançada com César Santos e acaba de se formar no curso de Lutheria na escola internacional Jatun Maki em Buenos Aires. 
Discografia
2003 – Passagem de Ida
2004 -  Nosso Tema
2005 – Tanta Ideia
2006 – Manitu
2009 – De Tempos em Tempos
2013 – Agora
2017 - Garota

Nenhum comentário:

Postar um comentário